Connect with us

Economia

Após prejuízo, Marisa apresenta plano de expansão mais modesto

Published

on

Depois de registrar um prejuízo líquido de R$ 188,6 milhões entre outubro e dezembro, quase oito vezes maior que as perdas de um ano antes, a Marisa, uma das principais varejistas de moda do Brasil, afirmou que não pretende seguir os passos da concorrente Lojas Americanas, que recentemente anunciou a abertura de 800 lojas em três anos. Em vez disso, a empresa planeja expandir sua rede com uma estratégia mais conservadora, abrindo cerca de 55 novas lojas nos mesmo período, o que representa um crescimento de aproximadamente 30% em relação ao tamanho atual da rede.

A decisão da Marisa é baseada em uma análise cuidadosa do mercado e do comportamento do consumidor, que mostrou que uma expansão agressiva poderia não ser a melhor opção. A empresa está se concentrando em abrir lojas menores e mais eficientes, que oferecem uma experiência de compra mais agradável e personalizada. Além disso, a varejista também está investindo em canais digitais para aumentar suas vendas online e melhorar a integração com as lojas físicas.

A estratégia é consistente com as tendências atuais do mercado de varejo, que estão mudando rapidamente a partir da digitalização e da evolução dos hábitos de compra. Em vez de focar apenas na expansão física, muitas empresas estão buscando aprimorar a experiência do cliente, integrando seus canais online e offline e oferecendo opções mais convenientes, como a entrega no mesmo dia ou a retirada em loja.

Ainda assim, a Marisa reconhece a importância da expansão geográfica para alcançar novos clientes e fortalecer sua presença em todo o país. A empresa tem planos de abrir lojas em regiões onde ainda não está presente, como o Nordeste e o Centro-Oeste, além de consolidar sua posição em mercados já estabelecidos, como o Sudeste e o Sul.

Ao adotar uma abordagem mais cautelosa e centrada no cliente para a expansão, a Marisa espera se manter competitiva em um mercado cada vez mais disputado e volátil. Com uma estratégia clara e bem definida, a empresa está preparada para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que surgem no cenário de varejo atual.

Imagem: Freepik