Connect with us

Marketing

Entenda como a discussão sobre liberdade de expressão no X pode afetar a conta da sua empresa

Pessoas desconfiam que o X possa ser banido do Brasil, porém, não é o que especialistas acreditam que deve acontecer

Published

on

redes sociais em celular; facebook, x, instagram, whatsapp

No último sábado, o dono do X (antigo Twitter), Elon Musk, marcou o Ministro do STF, Alexandre de Morais, em um tweet, em que dizia que a rede social não mais obedeceria as decisões do STF em relação a contas que foram banidas, e que o Ministro deveria “renunciar ou sofrer impeachment”.

Em resposta, na segunda-feira, Alexandre de Morais incluiu o bilionário Elon Musk no inquérito das Milícias Digitais, uma vez que as contas removidas estavam envolvidas com esses grupos criminosos. A decisão também impôs que o dono do X se abstenha de descumprir decisões judiciais, e que, caso o faça, a multa será de R$ 100 mil por dia, por conta.

O STF considerava o antigo Twitter como instrumento para crimes digitais; porém, a partir da fala de Musk, passou a considerar a hipótese de que a rede social tivesse intenção por trás das ações criminosas envolvendo as milícias digitais.

O caso inflamou os ânimos. Por um lado, a direita evoca a liberdade de expressão como direito absoluto; por outro, a esquerda diz que o bilionário atacou a soberania do País. O Presidente Lula defendeu a retomada do debate sobre a regulação das redes sociais.

Diante de tudo isso, a pergunta que fica é: caso o X descumpra as ordens do STF, a rede social pode ser banida do Brasil? E a resposta é: provavelmente não. De acordo com o The Washington Post, o Brasil é o quarto maior usuário do X, com cerca de 20 mil contas ativas. Portanto, não é estratégico para a empresa sair do País.

De acordo com o The Intercept Brasil, por outro lado, a ação de Musk ocorreu de forma estratégica, uma vez que quer fazer negócios com a Vale, para compra de Silício.

Foto de Julian Christ na Unsplash