Connect with us

Franchising

Franquia de informática e eletrônicos fatura mais de R$ 170 milhões no primeiro semestre

De acordo com ABF, franquias do setor cresceram mais de 10% no primeiro semestre deste ano

Published

on

Darlan Almeida, fundador da franquia Casa do Celular

Com quase duas décadas de atuação no mercado, a franquia Casa do Celular, referência na comercialização de celulares, smartphones e tablets voltados para as classes C e D, celebra os resultados expressivos alcançados no primeiro semestre de 2023.

No decorrer dos seis primeiros meses deste ano, a rede obteve um impressionante crescimento de 8,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo a marca de mais de R$ 173 milhões em faturamento. Esses números não apenas refletem o comprometimento da Casa do Celular em oferecer produtos de qualidade a preços acessíveis, mas também indicam uma tendência notável no segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos em todo o país.

De acordo com informações fornecidas pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de Comunicação, Informática e Eletrônicos registrou um crescimento robusto de 10,4% durante os primeiros seis meses de 2023 em comparação com o mesmo período no ano anterior. O faturamento desse segmento ultrapassou a marca de R$ 3,3 bilhões, demonstrando a importância e a demanda crescente por produtos e serviços relacionados à tecnologia e comunicação no Brasil.

O CEO da Casa do Celular, Hugo Casasanta, aponta a crescente digitalização e a conectividade da geração Z como fatores-chave para o sucesso do setor. “Estamos vivendo em uma era cada vez mais digital e conectada, e a demanda por serviços e produtos relacionados à comunicação, informática e eletrônicos tem aumentado exponencialmente”, afirma Casasanta.

Com aproximadamente 200 operações em todo o país e um crescimento de 3,6% nos primeiros seis meses de 2023, o ano tem sido marcado por um notável crescimento para a Casa do Celular, superando a média do varejo tradicional. Segundo Casasanta, a franquia tem planos ambiciosos para o ano. “Estamos trabalhando arduamente para levar a qualidade da nossa rede a todas as regiões do país. Nossa meta é ultrapassar o crescimento de 15 a 20% neste ano”, afirma o executivo.

O fundador da Casa do Celular, Darlan Almeida, vê as cidades menores como um mercado com grande potencial de expansão. Ele ressalta a abordagem inovadora da franquia, que se concentra não apenas na venda de produtos, mas também na oferta de uma experiência de alta qualidade aos clientes. “Busco constantemente as melhores estratégias para que nossa franquia continue crescendo, evoluindo e acompanhando as mudanças e inovações necessárias no cenário empresarial e tecnológico”, destaca Almeida.

Darlan Almeida, fundador da franquia Casa do Celular

Imagem: Divulgação