Connect with us

Operação

NRF rejeita adesão da Shein enquanto a varejista busca IPO nos EUA

Published

on

Shein

A Shein tentou se tornar membro da NRF, a maior associação comercial de varejo do mundo, várias vezes, mas foi rejeitada, segundo a CNBC.

A gigante da fast fashion chinesa não está apenas trabalhando para conquistar legisladores em Washington, D.C., enquanto se prepara para um possível IPO nos EUA, mas também está tentando conquistar a indústria de varejo dos EUA em geral e para isso terá que passar pela NRF primeiro.

Para a maioria das empresas, tornar-se membro da NRF não teria um grande impacto em seus negócios. A organização é a principal máquina de lobby da indústria de varejo em Washington, D.C., e fornece acesso a eventos da NRF e pesquisas sobre tendências de mercado, entre outros benefícios.

Mas a Shein está no meio de uma ofensiva. Ela tem trabalhado para convencer legisladores de que pode ser confiável como uma empresa pública listada em bolsas americanas, apesar das preocupações com seus laços com a China, sua cadeia de suprimentos e seu uso de uma brecha na lei comercial americana.

A Shein também está no meio de uma complexa rivalidade geopolítica entre os EUA e Pequim e tem sido alvo de legisladores preocupados com o fato de a empresa compartilhar dados de consumidores americanos com o governo chinês e produzir bens feitos com trabalho forçado. A intensa investigação enfrentada pela Shein teria levado a empresa a considerar abrir capital em Londres, em vez dos EUA.

A marca foi avaliada recentemente em $66 bilhões e está pronta para ser uma das maiores listagens do ano. Sua ascensão tem reduzido a participação de mercado de uma série de concorrentes com sede nos EUA, incluindo Gap Inc., TJX Companies e Macy’s, e desafiou players de mercado de massa como Target, Walmart e Amazon.

Se a Shein puder receber um selo de aprovação da NRF, isso poderia ajudar a legitimar a marca aos olhos dos legisladores federais. Também poderia suavizar o caminho, até então acidentado, para uma oferta pública inicial nos EUA.

“Isso definitivamente colocaria um pouco mais de pressão sobre os políticos para aceitar a empresa, certo? Simplesmente porque os pares reconhecem a empresa e acham que ela é uma concorrente digna… Isso definitivamente criaria um pouco mais de legitimidade”, disse o professor da Wharton School, John Zhang, diretor fundador do Penn Wharton China Center. “O mais importante é que [a adesão à NRF] realmente cria a percepção entre os investidores de que esta é apenas uma das varejistas normais.”

Steve Dennis, consultor de varejo que já ocupou cargos executivos na Neiman Marcus e na Sears, concordou que a aceitação da Shein pela NRF poderia ser um catalisador positivo para a empresa.

“Eu não acho que isso automaticamente significaria que abolsa ou o governo federal vão ficar bem com eles, mas acho que seria meio que uma pena no seu boné, um passo significativo na direção certa”, disse Dennis. “Você meio que olha para a NRF como sendo a voz da indústria, então se está tudo bem para eles, talvez deva estar tudo bem para nós.”

A NRF não fechou totalmente as portas para o pedido de adesão da Shein e tem conversado com a empresa sobre sua solicitação, disseram pessoas familiarizadas com a dinâmica, acrescentando que o grupo comercial está aberto a receber a Shein. Um porta-voz da NRF disse que a organização “não comenta sobre nosso processo de adesão ou sobre varejistas individuais”.

A Shein se recusou a comentar.

Aberto a todos

Não está claro por que a NRF rejeitou a solicitação de adesão da Shein, mas alguém com influência é fortemente contra a admissão da empresa.  O conselho da NRF tem uma equipe de liderança e um comitê executivo. Essas pessoas têm o conselho mais próximo com o CEO do grupo comercial, Matthew Shay, que tem estado envolvido em discussões sobre adesão com a Shein, segundo duas pessoas familiarizadas com os assuntos da organização.

Como a maioria das associações comerciais, os varejistas que desejam se tornar membros da NRF geralmente recebem o selo, desde que estejam envolvidos no varejo e paguem as taxas exigidas. Os requisitos específicos para se tornar membro da NRF e o processo de triagem de novos membros não estão claros. A NRF se recusou a responder perguntas sobre esses detalhes.

Um formulário de inscrição de adesão à NRF que pode ser encontrado online afirma: “Empresas principalmente envolvidas no varejo são elegíveis para serem membros da Federação.” O formulário inclui perguntas sobre o volume anual de vendas de um varejista e o número total de unidades de varejo e explica que os estatutos da NRF exigem que os membros paguem taxas “com base nas vendas anuais totais conforme relatado no ano fiscal mais recente”.

 

 

Imagem: Reprodução
Informações: Gabrielle Fonrouge para CBNC
Tradução: Central do Varejo